(31) 99228-4604
Agende sua consulta

Adultos

Um remédio para a dor existencial?

Adultos

Como conduzir esse corpo que adoece, envelhece, falha, sem nossa autorização? Por que entramos em depressão em determinados momentos da vida? Por que amar é tão difícil? Por que ter o reconhecimento que esperamos é sempre tão custoso, às vezes impossível?


Comumente, é porque se abre uma fenda entre o que desejamos e o que obtemos. Ao longo da vida, construímos nossos caminhos, nossas ideologias e regras para nos conduzir. Entretanto, quando tudo parece funcionar, surge um tropeço, uma falha, um desconcerto que se impõe. É aí que o sujeito se vê exatamente na situação que tentava escapar, num sintoma que se repete, mais uma e outra vez.

23a12555e5971fd8d16be12f5ee00bc2.jpg

?

Um remédio para a dor existencial?

Se por um lado, temos a promessa do 'bem estar' através dos tantos medicamentos e soluções ofertados pelo mercado, por outro, vemos só aumentar os quadros gerais de depressão, as síndromes do pânico, as dificuldades de relacionamento, dificuldades no trabalho, a ansiedade. Será que existe remédio para isso que insiste em encontrar saída pela fala?

É justamente quando nossas soluções já não funcionam mais que a psicanálise vem para acolher esse sintoma fora de sentido. Não numa via de preenchê-lo de bem estar, mas levando em conta esse vazio como possibilidade de invenção, onde é possível encontrar um outro destino para o que se repete. Que possa surgir aí um caminho singular e não de sofrimento, nessa hiância entre o sujeito e o mundo.